Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

Conteúdo

 *As notícias divulgadas nesta página são de autoria e responsabilidade dos veículos de mídia citados como fonte, respeitados todos os direitos autorais a eles conferidos.

Porto do Rio Grande chega a 37,5 milhões de toneladas

Postado 2017/12/13

Fonte: Portos e Navios

 

O Porto do Rio Grande registrou, até o mês de novembro, aumento de 5% na movimentação de carga, quando comparado ao mesmo período de 2016, conforme informações da Superintendência do Porto do Rio Grande (Suprg). A marca de mais de 37,5 milhões de toneladas já é praticamente igual ao ano inteiro de 2015, com destaque para transporte de soja, arroz e contêineres.

"O ano foi atípico para o complexo portuário. Vimos meses com queda de movimentação quando comparado com o mesmo mês do ano passado, mas outros com crescimento exponencial como o caso de outubro, que, comparado a 2016, teve crescimento de mais de 35% e novembro, que tivemos mais de 11%, quando analisamos o do ano passado", afirma o diretor-superintendente, Janir Branco. A movimentação portuária não depende somente da capacidade do complexo, mas também de fatores externos como câmbio e valores das commodities.

Leia a matéria completa neste link.

Leia o resto desta entrada »

Investimentos modernizam portos de Santa Catarina

Postado 2017/12/13

Fonte: Portos e Navios

 

Com mais de 500 quilômetros (km) de costa litorânea, Santa Catarina recebeu nos últimos anos investimentos bilionários do setor portuário. Ao lado dos tradicionais portos públicos de Itajaí e São Francisco do Sul, a iniciativa privada decidiu levantar dois grandes terminais especializados na movimentação de contêineres: Portonave e Itapoá, hoje na lista dos mais modernos e eficientes do País.

Os empreendimentos foram estruturados em meados dos anos 2000, no primeiro mandato do governo Lula. Na época, o setor enfrentava enormes gargalos nos portos administrados pelo poder público, o que incentivou uma onda de investimento em terminais privados. O primeiro a ser construído no Estado foi a Portonave, um empreendimento idealizado pelo empresário Agostinho Leão, em 1998, ao lado do Porto de Itajaí.

Leia a matéria completa neste link.

Leia o resto desta entrada »

Ecovix leiloará bens de estaleiro gaúcho

Postado 2017/12/13

Fonte: Portos e Navios

 

Já há algum tempo, são claras as evidências das dificuldades enfrentadas pelo polo naval gaúcho. Outra prova dessa situação será dada em breve. Dois leilões, um marcado para esta quinta-feira e outro para a próxima segunda-feira, oferecerão ao mercado máquinas, sucatas, materiais e equipamentos do estaleiro da Ecovix localizado em Rio Grande.

Os certames on-line estão sendo organizados por Milan Leilões e Norton Leilões. O conjunto de itens que serão vendidos compreende aparelhos de solda, contêineres, computadores, cantoneiras, torres, cabos, postes de concreto, eletroferragens etc. O valor total dos artigos é avaliado em aproximadamente R$ 5 milhões.

Leia a matéria completa neste link.

Leia o resto desta entrada »

Minerva Foods embarca 27 mil bois vivos para a Turquia

Postado 2017/12/12

Fonte: Portos e Navios

 

A Minerva Foods, terceira maior empresa de carne bovina do Brasil e maior exportadora de gado vivo do país, está embarcando 27 mil cabeças de gado para a Turquia por meio do Porto de Santos. Trata-se da primeira carga viva registrada no porto desde 1996, segundo a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp).

O embarque do rebanho bovino no Porto de Santos começou na última quarta-feira (dia 29 de novembro) e será concluído no próxima segunda-feira (4 de dezembro). De acaordo com a Codesp, o embarque é acompanhado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Receita Federal e Vigilância Agropecuária (Vigiagro).

Leia a matéria completa neste link.

Leia o resto desta entrada »

Sepetiba Tecon bate recorde e alcança melhor resultado dos últimos 4 anos

Postado 2017/12/12

Fonte: Portos e Navios

 

O Sepetiba Tecon movimentou cerca de 23 mil contêineres, em novembro, o melhor resultado mensal em quatro anos graças a retomada da atuação como um dos principais terminais de transbordo do país e o  reaquecimento do comércio exterior. Entre janeiro a novembro de 2017, o terminal realizou 45 mil movimentos de transbordo, um aumento de 79% em relação a 2016, o que acarretou um crescimento importante na movimentação de cargas pela costa brasileira. Na importação, o aumento ocorreu graças aos serviços da Ásia e do novo serviço da Europa, que trazem cargas diretamente dos portos desses continentes para o Porto de Itaguaí, enquanto, na exportação, os incrementos de carga decorrem dos variados destinos atendidos também diretamente pelo Sepetiba Tecon (Ásia, Europa, Golfo do México e Caribe).

Segundo Cesar Maas, Diretor Comercial do Sepetiba Tecon, não foi só o mês de novembro que mostrou resultados animadores, uma vez que o terminal fechará o ano com números superiores ao ano anterior. “Em 2016 movimentamos 140 mil contêineres e em 2017 a previsão é que o terminal feche o ano com quase 190 mil contêineres movimentados. Um crescimento de 36%, que dá ao Sepetiba Tecon a liderança de mercado do Estado do RJ com 60% de market share e ainda reafirma a sua posição como um dos mais importantes terminais do país”, diz Maas.

Leia a matéria completa neste link.

Leia o resto desta entrada »

Marinha do Brasil inicia Operação Verão 2017/2018

Postado 2017/12/12

Fonte: Portos e Navios

 

A partir do dia 22 de dezembro, a Marinha do Brasil inicia a Operação Verão 2017/2018. É uma Campanha voltada para a intensificação de ações de conscientização e de fiscalização do tráfego aquaviário nas áreas de maior concentração de embarcações, sobretudo as de esporte e recreio e de turismo náutico, por ocasião de férias e feriados prolongados.

De acordo com informações da Diretoria de Portos e Costas, a principal causa dos acidentes em embarcações de esporte e recreio é a falha humana, o que por vezes pode resultar em consequências irreversíveis. Para minimizar a possibilidade da ocorrência de desastres náuticos, a Campanha deste ano traz como mote a valorização da vida e a responsabilidade do proprietário e do condutor da embarcação, especialmente durante as atividades de lazer.

Leia a matéria completa neste link.

Leia o resto desta entrada »

A Maersk Line conclui a alienação da Mercosul

Postado 2017/12/11

Fonte: Portos e Navios

 

A CMA CGM e a Maersk Line anunciaram  em 13 de junho de 2017 um acordo vinculativo pelo qual a CMA CGM adquiriria a Mercosul Line. A Mercosul é um dos principais players do mercado brasileiro de transporte de contêineres domésticos, com uma frota de quatro navios porta-contêineres e cerca de 290 pessoas empregadas.

O acordo vinculativo da Mercosul estava sujeito à aprovação regulamentar brasileira e ao fechamento da aquisição da Hamburg Süd pela Maersk, ambos já finalizados.

A transferência de propriedade entre as duas empresas foi concluída, marcando o fechamento da aquisição.

Leia a matéria completa neste link.

Leia o resto desta entrada »

Antaq derruba liminar que liberou afretamento

Postado 2017/12/11

Fonte: Portos e Navios

 

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) conseguiu derrubar, na Justiça, duas ações que a acusavam de editar resoluções que favoreceriam a formação de cartel no setor de navegação entre portos nacionais, a chamada cabotagem. Os processos foram movidos pela empresa carioca Posidonia Shipping, que tinha obtido liminar que autorizava o aluguel de navios de grande porte fora do País para prestar serviços no Brasil. 

Além do afretamento de navios, a empresa também havia conseguido sentença que não impunha limite de tonelagem para seu transporte.

As regras da Antaq impõem que uma empresa nacional só pode alugar um navio fora do País se tiver um similar nacional e que esteja ocupado com outras cargas. “A realidade é que a empresa vinha fazendo o afretamento sem ter embarcação nacional compatível com o que ela queria embarcar”, diz José Dutra Júnior, advogado do Sindicato Nacional das Empresas de Navegação Marítima (Syndarma), ao qual a Posidonia não é vinculada. 

Leia a matéria completa neste link.

Leia o resto desta entrada »

FMM aprova R$ 537 milhões em novos projetos e reabre prazo para empresas finalizarem contratações anteriores

Postado 2017/12/11

Fonte: Portos e Navios

 

O Conselho do Fundo da Marinha Mercante (FMM) aprovou, na última quinta-feira (7), um total de R$ 6,7 bilhões em prioridades para construção naval. Desse total, foram autorizados R$ 536,8 milhões para investimentos em novos projetos de marinha mercante. Em sua 36ª reunião ordinária, realizada em Brasília, o conselho deu mais 120 dias para as empresas que não conseguiram finalizar a contratação de projetos aprovados em reuniões anteriores, cujos projetos somam outros R$ 6,2 bilhões. 

De acordo com o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, R$ 3,6 bilhões são destinados a embarcações de carga; R$ 2,4 bilhões para estaleiros; R$ 509,1 milhões para apoio marítimo; R$ 56,7 milhões para transporte de passageiros; R$ 44,5 milhões para conversão de embarcações; R$ 20,2 milhões para apoio portuário; e R$ 10,6 milhões para reparo de embarcações.

Leia a matéria completa neste link.

 

Leia o resto desta entrada »

POA: Obras de revitalização do Cais Mauá começam em março 2018

Postado 2017/12/07

Fonte: Portos e Navios

 

A prefeitura de Porto Alegre entregou, na manhã desta terça-feira (5), a licença de instalação para a empresa Cais Mauá do Brasil S.A., que permite o início das obras de revitalização do local. O ato ocorreu no Pórtico Central do Mauá. A estimativa do investimento privado é de cerca de R$ 500 milhões e deve gerar 28 mil empregos diretos e indiretos. As obras devem começar em março de 2018 e a revitalização total do complexo Cais Mauá, com 3,2 quilômetros de extensão, deverá ser concluída em seis anos.

A obra está divida em três fases. A primeira, que deve durar dois anos e começar em três meses, prevê o restauro de 11 armazéns e a construção de 10 praças. Os armazéns serão destinados a bares e restaurantes, lojas, estabelecimentos culturais e atividades comerciais.

Leia a matéria completa neste link.

Leia o resto desta entrada »